A Quinta da Casa dos Pinheiros situa-se no coração do Minho, em Fafe. Um pequeno paraíso no Norte de Portugal.
É uma propriedade agrícola com uma vinha de sete hectares, com um pequeno bosque com árvores centenárias, um belo jardim com uma fonte de água em granito, e um amplo relvado com uma pequena casa junto à piscina. É o lugar onde pode encontrar todos os requisitos modernos inseridos num ambiente rural, proporcionando um escape ideal para descansar e apreciar esta maravilhosa paisagem da região do verde Minho.

A casa

A capacidade máxima é de 5 pessoas, e com possibilidade de colocar um berço no quarto de casal.

- Um quarto duplo
- Um quarto twin
- Um quarto single
- Duas casas de banho,
- Sala de estar e jantar comuns com lareira
- Cozinha equipada

 

É pela sua localização, próxima das cidades de Guimarães, Braga e Porto, e pela sua deslumbrante paisagem, um convite à tranquilidade e ideal para umas férias inesquecíveis no Norte de Portugal.

- Telheiro com zona de estar onde pode desfrutar da magnífica paisagem circundante
- Zona de refeição com churrasqueira
- Piscina com 20 metros de comprimento
- Parque de estacionamento
- Campo de ténis.

Política ambiental

Na Quinta da Casa dos Pinheiros preocupamo-nos com o meio ambiente e sustentabilidade. Procuramos que não hajam desperdícios tentando, sempre que possível, reutilizar, reduzir e reciclar.

É dada uma especial dedicação a produzir o menos lixo possível, e como gostaríamos de incentivar os hóspedes na redução do plástico no nosso quotidiano, fornecemos sabonete artesanal que serve para mãos, corpo e cabelo.

 

 

Conselhos para uma estadia perfeita

- Escutar o som tranquilizante da água a correr nos tanques;
- Observar o céu estrelado ao cair da noite;
- Contemplar a magnífica paisagem circundante e desfrutar de um por do sol no ponto mais alto da quinta;
- Ouvir o chilrear dos pássaros e o cricrilar dos grilos;
- Respirar o ar puro da natureza;
- Deitar-se na espreguiçadeira a ler um bom livro ou a fazer uma sesta;
- Dar um passeio pela quinta, deixando perder-se pelos encantos da fauna e da flora local;
- Explorar de bicicleta os cantos e recantos desta região;
- Deixar-se simplesmente relaxar!